segunda-feira, 5 de junho de 2017

Dia dos namorados

Uma madrugada no motel e meu sono ficou todo atrapalhado. Há uma semana com dificuldade para dormir e acordando meio dia. Consequentemente uma agitação hipomaniaca e ansiosa anula o efeito do remédio para dormir.
Por isso estou acordada 2:30 reservando hotel para o dia dos namorados.
Ah. O Dia dos Namorados. Adoro essa data. E adoro poder comemora-la com um bom namorado. O atual não deixa a desejar.
Essa madrugada no motel foi esplêndida. Muitos orgasmos. Ele disse até que ficou orgulhoso de si - porque sou difícil de gozar.
Mas tudo parece cada vez mais fácil.
A única coisa que me deixa insegura é a ambição dele. Parece materialista. Tenho medo que se revele muito superficial, consumista. Do tipo que o trabalho vem sempre em primeiro lugar e que vale tudo por dinheiro.
Tirando isso ele é tudo de bom. Merece um dia dos namorados bem especial com direito a namorada bêbada de cinta liga vermelha lhe lambendo o corpo todo.
Mas daí fico aqui insone. Já tomei o costumeiro zolpidem e nada. Agora tomei o alprazolam.
Mas acho que tudo é permitido por Deus e cumpre uma função.