domingo, 2 de outubro de 2016

Evolução

Já até tomei o alprazolam para dormir mas precisava comentar aqui. O sucesso do meu tratamento. A diferença que fez na minha vida.
Estou muito satisfeita com as mudanças. Hoje eu percebi que a irritabilidade e o mal estar generalizado que me acompanharam a vida toda não existem mais.
Quem sabe que eu faço tratamento psiquiátrico tem pena de mim. Mas eu é que tenho pena deles. Muitos sofrem com graves sintomas de depressão e nem sabem. Nunca dormiram uma noite inteira. Nunca se sentiram confortáveis num ambiente diferente. Não têm vontade de ter vida social. Acham que a personalidade deles é assim. Que a vida é um fardo, todo mundo é insuportável e veem tudo pelo lado negativo.
Eu completei um ano de tratamento agora em junho. Mudou totalmente a minha vida.
Ainda há muito para melhorar. Mas já não sinto aquela irritabilidade sem motivo que me fazia chutar tudo e chorar no chão. Aquela vontade de sair correndo quando tinha que sentar à mesa com um grupo - no auge da depressão.
Fora isso, a maturidade também é algo maravilhoso. Vou completar 31 anos. E a experiência de vida que tenho é o maior valor em mim. Não é só a educação que é um bem que não se perde. A maturidade também.
Exemplo. Sai com um rapaz hoje, Sr. A bombado. Muito atraente. Mas isso não me causa mais o mesmo impacto. Eu vejo que eu não quero mais mesmo só sexo, prazer momentâneo. Isso não tem graça mais. Eu quero intimidade. Parceria.
Eu estou mais afinada ao princípio da realidade. Adiando um prazer de momento em favor de um prazer maior. Não quero mais perder tempo com envolvimentos que vão me machucar depois.
Eu sonhei que para chegar num lugar que eu queria precisava passar do lado de uma escada. Ela tampava a passagem. Eu poderia subir nela e pular pela lateral. Mas era de vidro com as quinas vivas, iria me cortar.
As pessoas generalizam e acham que os símbolos que Freud fala na Interpretação dos Sonhos são bobagens, por serem de outra cultura. Mas alguns são universais. Sem dúvida a escada é o prazer sexual que eu quero evitar para não me machucar.

Nenhum comentário: