terça-feira, 17 de maio de 2016

Fim do Sr C

Fim da linha com o Sr C. Viajamos juntos. E é nas viagens que se conhece as pessoas. Toda a chatice pula para fora. Nem sempre nas primeiras 24 horas. Tem gente que consegue esconder mais tempo.
Daí minha amiga argumenta: Você também não é normal.
Ah. Esqueci mesmo. Sou bipolar. Por isso essa viagem impensada e de última hora. Mas valeu. Aprendi mais coisas:

Que afinidade na cama só tem valor quando se está num relacionamento bom. Fora disso não vale nada. Porque até o prazer de uma noite pode ser prejudicado por personalidades desagradáveis.

Que se eu gosto de viajar pra praia não devo ir para outro tipo de lugar, porque eu realmente não gosto de viajar pra ver museu e parque.

Que a companhia é tudo. Melhor viajar sozinha do que mal acompanhada.

E que quando estou meio maníaca não avalio as coisas com cuidado.

Sr. W (ou CTRL+W)

O Sr. W foi tudo de bom mesmo. Eu deveria ter escrito sobre ele antes, mas estive estudando para um concurso.
Bom, foi assim... no nosso primeiro encontro, conforme me prometi, não rolou sexo. Foi muito difícil. Principalmente porque eu sou inexperiente nessa de seguir regras idiotas. E daí, cai no papo mais furado do mundo "vamos subir para conversar mais um pouco".
Mas para ver o que acontece fiz o impossível. Fiquei de pé e pedi para ir embora, resoluta, quando ele passava a barba ruiva e deliciosamente macia no meu pescoço e eu sentia uma ardência terrível lá embaixo dizendo que meu corpo estava mais que preparado - desesperado na verdade.
Sr. W, além de gostoso, é macio, cheiroso, agradável e financeiramente estável - passei a levar isso em consideração, agora que parei de "pegar geral".
Nesse frenesi, o segundo encontro já ficou confirmadíssimo para o final de semana seguinte. Fiz o dever de casa. Apesar de ter ido para o apartamento dele de tarde, o fiz esperar até a noite.
Foi muito bom. Não dá para explicar esse negócio de química mesmo. Ele não é bonito. Um amigo meu inclusive me disse que ele não é pegável. Mas há controvérsias.
Enfim, a gente se pegou horrores o fim de semana todo.
Mas ainda não nos vimos de novo. Ele mandou o carro para tirar uns amassados que eu presenciei no primeiro encontro. Daí o próximo encontro ficou no ar.
Enquanto isso, revi o Sr. J já. E até recuperei um pouco do tesão por ele. Consegui sentir um pouco de prazer.
E a companhia dele está mais agradável do que antes, quando ele era um tesão.
Voltando ao hoje, passei tanto tempo estudando que agora que fiz a prova ficou um vazio. Decorei todos os atalhos com CTRL+ o alfabeto inteiro. Mas esse que era um tema que sempre cai nessa banca, dessa vez não caiu.
Sem saber o que fazer, me senti abandonada. Os meninos longe... Não vi nenhum essa semana. O Sr. J até me convidou, mas tinha a prova.
Vamos ver se o Sr. W me chama para o terceiro encontro ou se foi CRTL+W.