segunda-feira, 21 de março de 2016

Não negue a você uma nova paixão

Bom, seguindo o projeto, recapitulando os últimos foram: Lorinho, Argentino frio, Pai do ano e o Nerd broxante.
Depois disso apareceu um cara muito diferente e divertido. Mas não parecia muito atraente. Fiquei com medo que fosse broxante como o último.
Viajei para a cidade dele. Na primeira noite já fomos pra cama e foi ótimo. Tudo muito intenso.
Ele lembra o meu ex bipolar na meticulosidade e complexidade. Lembra meu último ex na aparência esguia. E ainda lembra um amigo de república no jeito e nos gestos.
Pessoalmente pude descobrir que na verdade ele é muito bonito. Apenas tira umas fotos infelizes - não sabe tirar fotos. Demonstra estar gostando de mim e é uma pessoa bem resolvida.
Mas...sempre tem um, né? Ele é muito excêntrico, complicado, esquisito, argumentador. Segundo o livro "Mulheres que amam homens difíceis", ele é o tipo: Autoproclamado especialista. Ele tende a ter opinião e saber tudo de tudo. E faz questão de ter razão. E não se cala até se sentir vitorioso.
O pior é que eu também faço questão de ter razão. E essas discussões sem objetivo acabam dando um tom belicoso para a situação.
Nesse clima ruim, não estamos nem nos beijando direito. Eu sentei no banheiro e chorei, chorei, até ver muitos pingos grossos no chão. Mas aquilo não parecia suficiente para desabafar a tristeza. Resolvi escutar as músicas mais tristes que tivesse no celular.
Até que me apareceu:

Discussão
João Gilberto

se você pretende sustentar opinião
e discutir por discutir
só para ganhar a discussão
eu lhe asseguro, pode crer
que quando fala o coração
as vezes é melhor perder
do que ganhar, você vai ver
já percebi a confusão
você quer prevalecer
a opinião sobre a razão
não pode ser, não pode ser
pra que trocar o sim por não
se o resultado é solidão
em vez de amor uma saudade
vai dizer quem tem razão

E eu percebi que podia simplesmente deixar ele ter razão! Eu já li isso no livro "Não faça tempestade em copo d'água", mas não coloquei em prática até hoje. Vamos ver se funciona.
Não preciso nem dizer que o projeto chegou ao fim né? Aliás precisa. Perdi a vontade de sair com qualquer outro cara. Só quero ele.

Nenhum comentário: