sábado, 26 de dezembro de 2015

Sr C - o bem dotado - lembrança do F2.

Sabe o que eu acho? Eu não estou maníaca. Estou normal. Meu normal é esse. Animada. Com tesão.
Eu vou ter que confessar uma coisa é pra mim mesma. Eu acho que eu sou ninfomaníaca sim. Eu quero sexo todo dia e estou nem aí.
Estou me sentindo sozinha, sem poder contar as coisas pra ninguém. Eu não posso contar para minhas amigas quantos encontros estou tendo por semana - quase todo dia. A maioria das vezes é primeiro encontro e daí não tem sexo. Mas mesmo assim. Elas não vão aceitar isso. É muita loucura. Mas pra mim é bom. É o que eu sempre quis.
Um belo dia resolvi mudar
E fazer tudo o que eu queria fazer...
Também não posso contar para minha mãe que às vezes rola sexo. Ela acha que é sempre só beijo. Está difícil.
Eu também confesso que estou compulsiva com os encontros. Eu passo a maior parte do tempo paquerando nos apps de relacionamento. E conversando papos ótimos com os caras. Essas conversas são melhores ainda pessoalmente. Se bate uma química fica irresistível.
Hoje sai com o Sr. C. Um negão gostoso demais. Bati o olho na foto e pirei. Não me apaixonei não. A pele dele é linda demais, uniforme.
E o p* era de negão mesmo! Grosso e mais comprido que a média. Perfeito.
Mas o mais incrível foi que ele me deixou muito à vontade. Isso é muito difícil. Ainda mais que era a primeira vez. Ele é muito agradável. Muito cheiroso. E ele grita na hora que goza. Achei o máximo! rs
Eu não gozei não. Estava muito bom, mas gozar aí já seria pedir demais, acho.
Eu me senti ótima, como se ele fosse meu melhor amigo!
Me lembrou muito meu segundo namorado Sr. F2. Negão. Sério. Bonzinho. 
E tive outra ideia. Eu vi uma garçonete sapatona e lembrei que na verdade eu sou bi. Há muito tempo não fico com mulher. E resolvi que preciso paquerar elas também. Dai baixei os app de paquera lésbica. Mas é uma dificuldade. .. São ruins. Tem pouca mulher. A maioria são sapatonas, masculinas e eu gosto das lady como eu. E elas não dão papo. Não sei se vou conhecer alguma. Pensei até em sair do armário e me assumir bi. Mas não posso. Queimaria meu filme com ambos os sexos. Nem gays e nem heteros aceitam os bi. Eles acham que é coisa de gente mal resolvida.

Nenhum comentário: