segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Paquera - Sr. H

Ainda bem que já passou minha fase de ficar analisando e chorando por causa do relacionamento perdido. Estou paquerando.
Na verdade me surpreendeu o prazer da liberdade. Dessa vez está sendo muito mais nítido. Antes a libertação do término era sobrepujada pela revolta. Por uma vontade de me vingar - às vezes até de mim.
Eu até sai pra dançar. Foi um momento de coroação. Eu mudei muito. Só pode ser por causa da medicação. As coisas doem, mas não me matam mais.
Jurei pra mim que não vou mais viver o mesmo tipo de relacionamento que já tive. Não vou mais escolher o mesmo tipo de homem. Para isso arrumei a psicóloga.
Ela é um amor. Vamos chamá-la de Dra. J. Ela é muito bem humorada. Engraçadinha. Mas também fala sério.
Falou que não precisa isso de ficar sozinha cuidando do jardim. Tem mais é que se divertir. Sair. Falou que eu pareço muito sozinha. E é verdade. Eu converso muito mais com meu papagaio, rs.
Eu conheci num aplicativo de celular um cara que está mexendo comigo. Mas ele é bipolar também (!!!). Eu sei, alerta vermelho! Ele é tão legal. É tão bom conversar com ele. E tenho tanta vontade de estar perto, beijar... Ele é muito sedutor.
Estava decidida a não me envolver com ele. Mas estou tentada demais. Queria ir pra cama com ele nem que fosse só uma vez. Pra não misturar, vamos chamá-lo Sr. H.

Nenhum comentário: