domingo, 7 de novembro de 2010

0 x 0

Ele me provou, a mais b, que é o amante perfeito. E eu não consegui relaxar.
Estou para começar a quarta parte de O mundo como vontade e representação. E não sei o que quero da vida.
Quero conhecer algo, um livro, um autor, uma teoria, um trabalho, uma causa, um homem ou uma mulher, que me arrebate!
Gostei de um filme que vi hoje do Woody Allen: Vichy, Cristina, Barcelona. Mostra uma situação, onde um casal só consegue equilibrar o relacionamento na presença de uma terceira pessoa. Pessoas de mente livre, que não se prendem à padrões. Gosto disso. Mas acabo sempre conhecendo pessoas quadradas.
Cada vez mais entendo porque as pessoas me definem como "alternativa".
Hoje é o grande dia. Vou participar de um espetáculo de dança de salão. Acho que será muito divertido.
O show tem que continuar.

Nenhum comentário: