sexta-feira, 11 de junho de 2010

TPM

É tudo tão complicado. Já falei da minha teoria de que esses senhores na minha vida são uma forma de compensar o sentimento de carência na qual F me deixa? Ele é a razão de tudo.
É tudo tão confuso. Eu o amo, mas penso que gostaria que ele fosse diferente. Mas se fosse diferente não seria ele. E não consegui gostar de caras que eram do jeito que eu queria.
Que papo mais Bentinho né? Altamente suspeito. Não acredite em tudo que eu escrevo. Sou suspeita como os olhos de cigana dissimulada de Capitu. Nem eu acredito mais nas minhas idéias. Recalque sobre recalque. Esse drama todo pode ser sinal de TPM.
Estou ouvindo Hansons, quem se lembra? Divertido, minha adolescência direto do túnel do tempo.

Nenhum comentário: