quinta-feira, 25 de março de 2010

Tudo passa e eu ainda...

Semana passada fui ao show da Ana Carolina. E essa semana estou com uma música na cabeça que não me deixa hora nenhuma: O Avesso Dos Ponteiros Composição: Ana Carolina Sempre chega a hora da solidão Sempre chega a hora de arrumar o armário Sempre chega a hora do poeta a plêiade Sempre chega a hora em que o camelo tem sede O tempo passa e engraxa a gastura do sapato Na pressa a gente nem nota que a Lua muda de formato Pessoas passam por mim pra pegar o metrô Confundo a vida ser um longa-metragem O diretor segue seu destino de cortar as cenas E o velho vai ficando fraco esvaziando os frascos E já não vai mais ao cinema Tudo passa e eu ainda ando pensando em você Tudo passa e eu ainda ando pensando em você (...) O tempo faz tudo valer a pena E nem o erro é desperdício (...) Ai, seria muita neurose interpretar esse você como sendo o Sr. G? Vou deixar em aberto. Adorei o show. Dancei e beijei muito F. E achei graça de perceber que ela não é magrinha como nas fotos publicitárias. Pelo contrário, tem um quadril bem largo. Tem o corpo da minha mãe. E estava tão elegante de terninho, rs.

Nenhum comentário: